“Está caindo a ficha de que não há democracia sem socialismo”, diz Gregorio Duvivier

65

Ator e roteirista foi o convidado desta quinta-feira (26) do programa BdF em Casa

O programa BdF em Casa recebeu, nesta quinta-feira (26), o ator e roteirista Gregorio Duvivier para um bate-papo sobre pandemia do coronavírus e políticas culturais no país. Participaram do debate o repórter José Eduardo Bernardes e a coordenadora geral de Jornalismo do Brasil de Fato, Nina Fideles.

Produção do Brasil de Fato durante a quarentena de combate à propagação do coronavírus no País, o BdF em Casa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 17h, no canal do jornal no YouTube.

Na avaliação de Duvivier, “a ficha está caindo, mas o corona tornou muito óbvio uma ficha que não é só do ‘Bolsonaro incompetente’; é a ficha de que não existe democracia sem socialismo”.

Na conversa, o ator também falou sobre a gestão da secretária nacional da Cultura, Regina Duarte, cuja gestão foi definida por ele como “ineficiente”. O roteirista ainda se posicionou sobre o ataque à sede da produtora de conteúdo humorístico Porta dos Fundos, em dezembro de 2019.

Duvivier comentou, ainda, as manifestações políticas da sociedade durante a quarentena. “Mais do que aplausos, os médicos precisam mesmo é de material, de equipamento e de remuneração séria e de outras coisas que esse governo não está garantindo”, considerou.

No quadro Dicas Culturais, a repórter do Brasil de Fato Caroline Oliveira indica o álbum “Histórias da Minha Área”, do rapper mineiro Djonga.

Assista ao programa na íntegra:

FONTE: BRASIL DE FATO
FOTO: Mauro Pimentel / AFP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here