SASEC em reunião com Secretário Mauro Filho para tratar sobre a valorização financeira dos servidores da SPS a partir da atualização do PCCS

54

A Presidente do SASEC – Ravenna Guimarães esteve, na manhã de hoje 25 de maio, em reunião na sede da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). A reunião teve a presença do Secretário da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado SEPLAG – Mauro Filho, da Secretária da SPS – Socorro França e demais membros da Mesa Setorial de Negociação Permanente da SPS. A reunião teve como pauta principal a valorização financeira dos servidores da SPS a partir da atualização do Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

O secretário Mauro Filho reafirmou o compromisso de fazer um estudo que visa reestruturar as tabelas remuneratórias. Mauro Filho escutou atentamente as demandas dos servidores que representam a diretoria da Associação dos Servidores da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Asstds), Sindicato dos Assistentes Sociais e membros da Mesa de Valorização. Projetos passados foram apresentados na reunião.

Mauro filho garantiu que haverá um estudo atuarial, a fim de ascensão significativa, segurança na carreira, titulação. O gestor também sinalizou a possibilidade de valorizar o servidor que está no fim de carreira.
A Secretária Socorro França requereu também a realização de concurso público para assistentes sociais e psicólogos.

Além da questão dos servidores, a Presidente do SASEC também frisou sobre a baixa remuneração dos Assistentes Sociais terceirizados e sobre o não cumprimento por parte da SPS dos nossos instrumentos de negociação coletiva de trabalho deste Sindicato. O Secretário Executivo Francisco Ibiapina afirmou que dia 08 de junho será lançado novo edital referente as empresas terceirizadas, já com a correção salarial, carga horária e nomenclatura devida. Quanto aos demais Assistentes Sociais vinculados às OS’s, informou que os planos de trabalhos estão em processo de alteração e o aporte financeiro está sendo pleiteado para que seja feita a devida correção dos salários, bem como carga horária e nomenclatura.